Saúde

Ligeiro aumento no Algarve com 32 novos casos

POSTAL

Expresso

Lusa

07-06-2021

Covid-19. R(t) desce para 1,07 em Portugal, mas incidência continua a aumentar. Dois mortos e 388 novos casos em 24h. Número de hospitalizados desta segunda-feira é o mais alto dos últimos 33 dias

Portugal registou duas mortes associadas à doença covid-19, 388 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, e um aumento no número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que tem mais novos casos confirmados, com 206 dos 388 registados no período em análise, o que representa 53 por cento do total.

Relativamente aos internamentos em enfermaria, os dados da DGS indicam um aumento significativo em enfermaria, mais 26 internados, totalizando 291.

Nas unidades de cuidados intensivos (UCI), estão 59 pacientes, mais sete em relação à véspera.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 109 casos, para um total de 23.824, e que 277 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 812.174 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.036 pessoas e foram registados 853.034 casos de infeção.

As mortes registadas hoje ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo e na região Norte.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu em 953, totalizando agora 26.351.

O R(t) desceu para 1,08 no continente e 1,07 na globalidade do território nacional, revela o boletim desta segunda-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS). O índice de transmissibilidade era, na sexta-feira, de 1,10 no continente e de 1,08 na globalidade do território nacional.

A incidência continua a aumentar: é agora de 72,2 no território nacional e de 70,6 no continente (acima de metade da linha vermelha dos 120). Os indicadores eram de 69,8 e de 67,5, respetivamente, na sexta-feira. São valores que já não eram registados há mês e meio (no dia 21 de abril eram de 72,7 e 68,9, respetivamente).

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

REGIÃO DE LISBOA COM A MAIORIA DOS CASOS PELO OITAVO DIA CONSECUTIVO


As regiões de Lisboa e Vale do Tejo (206 casos), Norte (93), Centro (13) e Alentejo (13) viram o número de casos diários diminuir em relação a este domingo, dia 6. Em contrapartida, o Algarve regista 32 casos, mais dois do que no dia anterior.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 206 novas infeções, contabilizando-se até agora 323.311 casos e 7.218 mortos.

A região Norte tem hoje 93 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 341.473 casos de infeção e 5.357 mortes desde o início da pandemia.

Estas duas regiões têm 77% do total de novas infeções nas últimas 24 horas.

Na região Centro registaram-se mais 18 casos, acumulando-se 120.161 infeções e 3.025 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 13 casos, totalizando 30.289 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 32 casos, acumulando-se 22.455 infeções e 363 mortos.

A região Autónoma da Madeira não registou novos casos, somando 9.756 infeções e 69 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 26 novos casos e contabilizam 5.589 casos e 33 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Os números absolutos de casos e mortes por região ficam assim:

No que diz respeito aos óbitos, um dos dois registados esta segunda-feira aconteceu em LVT e o outro no Norte. Todas as outras regiões do país não assinalaram qualquer vítima mortal. No Algarve, o último óbito foi a 21 de maio


O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 387.834 homens e 464.810 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 390 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.947 eram homens e 8.089 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.188 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.632 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.534 tinham entre os 60 e os 69 anos.

A pandemia de provocou, pelo menos, 3.731.297 mortos no mundo, resultantes de mais de 173,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Relativamente a casos confirmados por faixa etária, a fotografia do país é a seguinte:

Recorde as mortes confirmadas por covid-19 por faixa etária, uma doença que afeta mais a população mais idosa. O retrato do país é este:


O surto em Portugal, em gráficos e mapas


Casos ativos

Total de casos confirmados

Total de mortes

Evolução de mortes

Mortos por dia

Evolução de casos

Novos casos por dia

No dia 4 de novembro, dos 7.497 infetados registados, 3.570 dizem respeito a atualização da DGS após atraso de laboratório na região Norte

Evolução de casos em %

Onde fica a covid-19 na história das pandemias

Gráficos e mapas do nosso parceiro Expresso

♦ LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL