Exclusivo

Saúde

Espanha coloca Portugal na "lista de risco”. Exigido teste negativo para entrar via terrestre

Expresso

07-06-2021

Espanha passou a exigir teste à covid-19 a portugueses que entrem por via terrestre feito nas 48 horas anteriores à chegada, certificado de vacinação ou de recuperação da doença, mas há também exceções

A partir desta segunda-feira, quem viajar de Portugal para Espanha por via terrestre tem de mostrar um teste negativo à covid-19 para poder entrar no país vizinho. A medida foi anunciada no domingo pelo Consulado Geral de Espanha em Portugal e entrou em vigor esta segunda.

Desde o dia 1 de maio que não existiam controlos na fronteira terrestre entre Espanha e Portugal. No entanto, como se lê na página oficial do Consulado, “a partir de 7 de junho todas as pessoas com mais de seis anos que cruzem a fronteira terrestre entre Portugal devem dispor de alguma das certificações sanitárias exigidas a todos os passageiros que entrem em Espanha por via aérea e marítima".

Estas certificações passam por um teste negativo à covid-19 (feito nas 48 horas anteriores à chegada), certificado de vacinação ou de recuperação da doença. Só eram exigidas às pessoas que entrassem em Espanha de avião ou de barco, até então. A medida aplica-se não só aos portugueses, mas a todas as pessoas que cruzem a fronteira com Portugal.

Há exceções: a restrição não se aplica a quem reside em concelhos num raio até 30 quilómetros da fronteira espanhola. E segundo o Boletim Oficial do Estado espanhol, os camionistas e trabalhadores transfronteiriços também podem continuar a entrar no país livremente.

Como indica a página do Consulado, Portugal está agora incluído na "lista de países ou áreas de risco” de Espanha. Se entretanto a situação mudar, a informação ficará disponível na mesma página, lê-se ainda.

Os testes à covid-19 podem ser PCR ou, se forem antigénio, têm de estar incluídos na lista de testes rápidos aprovada pela Comissão Europeia.


Notícia exclusiva do nosso parceiro Expresso