Algarve Negócios

'Bíblia' mundial dos viajantes recomenda três hotéis de luxo no Algarve para 2021

Expresso

13-12-2020

Portugal é um dos destinos mais destacados. Dos 212 hotéis mais luxuosos em todo o mundo, Portugal tem 28, dos quais três estão no Algarve

Apesar de continuar a haver uma pandemia ativa no mundo, e que está a paralisar o sector do turismo e das viagens, a Condé Nast Johansens acabou de editar o guia para 2021 onde recomenda hotéis de luxo e independentes onde ficar no próximo ano, 28 dos quais localizados em Portugal, noticia o Expresso.

Considerado a 'Bíblia' dos viajantes de alto poder de compra, o guia Luxury Hotels 2021 recomenda ao todo 212 hotéis em todo o mundo, desde a Europa à Ásia ou ao continente americano, sendo Portugal um dos destinos mais destacados.

Nesta lista da Condé Nast para o próximo ano, França tem quatro recomendações, os Estados Unidos 11 e as Maldivas apenas um, só para citar alguns exemplos, enquanto Portugal tem 28. Outros países em destaque são Inglaterra, onde são recomendados 47 hotéis ou Itália com 34.

Na região de Lisboa, os hotéis recomendados pela Condé Nast Johansens em 2021 aos viajantes com maior poder de compra são: As Janelas Verdes, Britania, Heritage Avenida Liberdade, Olissipo Lapa Palace, Palácio Estoril, Santiago Alfama Boutique Hotel, The Lumiares Hotel, Tivoli Avenida Liberdade, Torel Palace, The Vintage Hotel, Albatroz em Cascais e Tivoli Palácio de Seteais em Sintra.

No Porto, o guia de viagens de luxo para o próximo ano aconselha o Pestana Palácio do Freixo, o Torel Avantgarde, o Vila Foz Hotel, a Torre de Gomariz, o Porto Palácio, o Torel Palace e o Torel 1884 Suites & Apartments.

Mais a sul, é recomendado no Alentejo, aos viajantes à procura de luxo, The Noble House Hotel, e no Algarve o Anantara Vilamoura, o Tivoli Marina e o Tivoli Carvoeiro.

As recomendações do guia exclusivo da Condé Nast estendem-se à Madeira, em particular à Quinta da Casa Branca, a Estalagem da Ponta do Sol e à Quinta dos Jardins do Lago - e também aos Açores, onde são destacados o Terra Nostra Garden Hotel nas Furnas e o Gran Hotel Açores Atlântico, na ilha de São Miguel.

A Condé Nast Johansens, que pertence à mesma editora das revistas Vogue, Vanity Fair, Tatler ou GQ, diz ter inspecionado pelo menos dez vezes cada um dos hotéis que foram recomendados no guia de luxo para 2021.

Os critérios que levaram às escolhas para o guia de luxo em 2021, ano em que ainda é incerto o panorama das viagens, põem a tónica em "hotéis contemporâneos e de design, casas de hóspedes com charme e novos destinos", sem perder de vista "os pontos fortes para o viajante que são as imagens fantásticas, os comentários editoriais e a informação dos destinos destacando o que há de melhor em cada lugar", segundo adianta a Condé Nast Johansens, refere o Expresso.